Arquivo da tag: como curar unhas encravadas

Unhas encravadas

O cuidado da saúde também inclui os pés. Saiba como cuidar deles e evitar as dolorosas inflamações.

Opé é um segmento do corpo ao qual se dá pouca importância. As vezes chegamos até mesmo a torturá-lo. Um exemplo disso são os calçados que, por conta da moda, podem ser apertados, curtos, de material duro ou de salto alto. Todas as partes do corpo, ao serem agredidas, sempre se defenderão. No caso do pé, em resposta as agressões, surgem as calosi-dades e calos plantares (sola do pé) ou sobre os artelhos. Nas unhas ocorrem calosidades sob as bordas ou elas podem ficar involutas (bordas viradas para dentro), afuniladas, em formato de telhas, fazendo surgir a famosa unha encravada.
Desde a década de 70, a Associação Brasileira de Podólogos tem procurado desenvolver meios de correção para as deformidades ungueais. Em 1978 a po-dologia brasileira importou a técnica de tratamento conhecida como onicor-tese acrílica. Em 1987 passamos a usar a onicortese metálica e desde outubro de 1994 temos à disposição a órtese moderna, especialmente criada para corrigir o aumento da curvatura da lâmina ungueal. Trata-se do Clip System, de procedência espanhola. Tendo a curvatura aumentada, a unha sofre maior pressão do calçado, levando o sulco ungueal (espaço que a borda da unha ocupa durante o seu crescimento) a criar um tipo de calosidade que a protege da pressão e que provoca dores caso aumente bastante. Esse problema é conhecido como onicogrifose.

Quando o sulco ungueal é lesado pela espícula (ponta da unha) surge então o problema conhecido como onicocriptose (unha encravada). A onicocriptose é uma síndrome dolorosa e não existe medicamento que possa tratá-la. Tirar a unha cirurgicamente (onicoectomia) é um procedimento paliativo. A incidência da onicocriptose em nossa população é muito grande. Há pacientes que podem ficar até anos tratando-se, e mesmo extraindo a unha sete vezes, não conseguem se livrar do sofrimento. Sabe-se de um paciente mineiro, que para ficar livre da onicocriptose mandou amputar a falange distai dos dois hálux (dedão).

Para ficar livre das unhas encravadas sugerimos a seguinte rotina:
• Cortar as unhas somente na sua parte livre.
• Não cortar os cantos.
• Não usar calçado curto, apertado e de salto alto.
• Cortar as unhas com alicate apropriado.
• Cuidar especialmente das unhas dos hálux que tiverem curvatura elevada, ou que forem afuniladas, ou que apresentem micose.
• Visitar periodicamente um podó-logo.

Publicado em Cuidados com unhas | Com a tag , , | Deixar um comentário